segunda-feira, 2 de julho de 2012

O MUNDO DAS CORES E ESTAMPAS
NA SUA CASA

“A cor se forma no olho e na pessoa”
Maurice Merleau-Ponty



 
Interpretação das Cores
Verdades universais?
Subjetividade?



As cores têm o poder de alegrar, relaxar ou nos deixar mais alertas. Usá-las na casa, nas roupas e nos acessórios revela traços da nossa personalidade. Mas, não é só: os matizes também estão relacionados com o que vivemos, com o nosso comportamento e as nossas preferências. Eles expressam o que queremos mostrar, os valores que nos são caros. Sem cores, a vida fica sem graça.

Onde buscar referênciasMar verde, o avermelhado do pôr do sol, arco-íris cortando o céu azul. O mundo colorido é a principal fonte de inspiração para você decorar o seu universo particular.
Uma flor e todos os tons que a compõem, o cenário de um filme, a moda nas ruas, a arte dos grandes pintores, tudo pode sugerir uma combinação de tons que fará da sua casa um lugar atraente. Exatamente assim trabalham os especialistas em cores: eles abrem os olhos, sem preconceitos, para o que está à volta.

O fundamental para quem vai montar um ambiente passa por uma resposta simples: quais as tonalidades preferidas? Deixe o coração e a memória orientarem a seleção. Só depois você decide os casamentos que dão certo e em que intensidade cada cor vai aparecer, assim como as estampas. Lembre: branco, neutros e os tons de madeira são cores. E ainda: tintas são a maneira mais fácil e barata de renovar um ambiente ou toda a casa. Mas,  você não precisa necessariamente pintar paredes para colorir o seu mundo doméstico. Mantas, almofadas, roupas de cama, tapetes, quadros e tantos objetos mais que orientam a decoração podem fazer uma belíssima parceria com uma base neutra.

Se preferir colorir paredes, tenha em mente que a pintura protege (exterior) e embeleza (interior) os objetos, portanto é pensando também nestas características que se fará a escolha da pintura.
Para isto temos de saber:

Ø  Escolher uma cor é sempre difícil. Tenha em mente que elas afetam o nosso humor e de nossa família;

Ø  Cores como amarelo, laranja e vermelho são quentes e muito vibrantes. Verde, azul e púrpura são frias e calmas;

Ø  Pense se a parede, o quarto etc. que você pretende pintar recebe muito calor (use cores frias) ou ao contrário, muito frio (adote cores quentes). Não esqueça: quanto mais claras as cores, menos energia elétrica você gastará. A luz do dia iluminará melhor e por mais tempo;

Ø  Qual é o tipo de material a ser pintado (madeira, concreto, gesso, tijolo, massa etc.);

Ø  Como está este material (quebrado, arranhado, muito danificado);

Ø  As condições do ambiente (sol, umidade, calor, luminosidade);

Ø  Como queremos que fique (brilhante, neutro, opaco);

Ø  Defina o material a ser usado e os custos.

AS CORES E SUAS INFLUÊNCIAS PSICOLÓGICAS
   Devemos usar sempre uma cor quente e uma fria juntas. Nosso mundo é um mundo de polaridades: dia e noite, quente e frio, alegria e tristeza, yin e yang etc. A influência das cores pode ser notada não somente na decoração, mas também na maneira de vestir, como terapia, na expressão de um quadro, traduzindo o estado de ânimo das pessoas e a maneira como gostariam de ser vistas.
  
   Quem gosta de tons fortes, ouse – As tonalidades intensas, assim como as personalidades aguerridas, dividem opiniões: podem ser amadas ou odiadas. Portanto, usá-las, em especial tingindo paredes ou compondo a maioria de móveis e objetos, depende da relação que cada um mantém com as cores. Não subestime o poder que elas exercem. São capazes de reviver uma época, marcar um estilo e mesmo trazer à lembrança uma cultura, uma cidade, uma região geográfica.

   Na hora em que estiver montando seu ambiente, para não criar uma miscelânea desconfortável e se perder no meio do caminho, faça assim: numa folha de papel, pincele o tom do piso, das paredes e cole as amostras de tecidos.

   Palavra de decorador – Para estudar as cores, alguns profissionais traçam uma perspectiva dos ambientes a mão e pintam esses desenhos como se fossem uma tela. Para facilitar a visualização de como ficará o trabalho pronto, juntam amostras de tecidos e, quando possível, fotos dos móveis.
QUARTOS
  O colchão tipo box ganhou uma cabeceira feita com uma chapa de compensado em tamanho proporcional à cama. Ela foi coberta por tecidos de diferentes estampas, grampeados na parte de trás. Ao lado, um abajur arremata a decoração. Note as cores das paredes. Projeto de Neza Cesar. Arquivo / Casa e Jardim.













"Observe sua reação aos tons da natureza. Isso lhe dará confiança para selecionar o que gosta"
Tricia Guild, designer

LIVINGS E COZINHAS


















TAPETES








SOFÁS E POLTRONAS






























BANHEIROS E LAVABOS





ALMOFADAS E ACESSÓRIOS









JARDINS E VARANDAS





Fonte: Casa Claudia, Casa e Jardim, Casa de Valentina, Casa Vogue, Internet, livro "Curso de Decoração Casa Claudia", Gecko.

Um comentário:

Antonio Nabholz disse...

Para mim cor significa vida!! Por isto considero que em todos os ambientes de uma casa as cores devem dar o toque magico da vida. Acredito que as combinações podem perfeitamente mostrar que vive-se bem e com qualidade dentro de uma casa e quero que minha casa seja sempre a combinação perfeita de cores que permita uma vida feliz. Que os trabalhos de cores permitam a você Claudia criar ambientes lindos e aconchegantes. Ouse mais e verá que tudo fica mais fácil!! Bjs Beto

Postar um comentário